O Google for Jobs não resolverá o problema de recrutamento para suas vagas de tecnologia!

Por que o novo lançamento do Google não resolverá o seu problema de contratar programadores?

Muito tem se falado do Google For Jobs desde o seu lançamento há 2 dias atrás. Para muitas áreas, essa solução será uma grande disrupção, pois permitirá que milhões de pessoas encontrem vagas em seus setores e possam aplicar rapidamente. Porém, o setor de contratação de programadores segue uma linha bastante diferente relacionada ao método de contratação.

 

Quando trabalhamos com o conceito de VAGA, consideramos a amostra de “Job Seekers“. No entanto, segundo um report do próprio Linkedin, apenas 25% dos profissionais estão buscando emprego, enquanto 15% consideram buscar emprego nos próximos meses e 60% não pensam em mudar de emprego.

A questão em cima desse número é que 75% então dos talentos não estão buscando emprego, ou seja, não são “job seekers”. Ao confrontarmos os dados da Glassdoor, onde os talentos do setor possuem um “Turn over” médio de 4.5 meses, podemos entender que muitos programadores desse 75% trocará de emprego, via indicação ou proposta de algum hunter.

Por isso, não caia no conto da sereia que quanto mais visualização para sua vaga (pagando, patrocinando, contratando) melhor será a sua qualidade da sua captação, pois essa técnica não funciona para programadores. Depois que suas vagas recebem os primeiros candidatos e você acha que o resultado será positivo, começa a verdadeira frustração de recrutamento e seleção.

Criei um artigo contando um pouco mais sobre os números de captação via vagas e o motivo de trabalharmos a captação ativa na https://bunee.io. Espero que goste 🙂

Boa caçada

Deixe uma resposta