Descubra se a sua empresa necessita de um full time ou de um part time

Descubra se a sua empresa necessita de um dev full-time ou um dev part-time

Ao abrir um empreendimento ou mudar o foco de um já existente, é comum que a empresa tenha a dúvida de qual o tipo de desenvolvedor é o melhor para se contratar, um full time ou um part time.

O primeiro é caracterizado por ser aquele colaborador de tempo integral, o qual tem todos os benefícios normalmente concedidos a esses empregados, ao passo em que o segundo é um funcionário que tem menos direitos quando em comparação ao full time e que trabalhará por um tempo limitado.

É comum que cada empresa tenha suas próprias demandas, por conta da diferença entres os produtos ou serviços oferecidos por cada instituição, portanto, é natural que cada uma apresente uma necessidade específica também quanto ao seu tipo ideal de funcionário.

Veja, a seguir, se você necessita de um full time ou de um part time.

Full time

O que é um full time?

Full time são aqueles empregados contratados por um período indefinido e que tem uma carga horária a partir de trinta horas semanais, as quais normalmente são divididas em oito horas durante cinco dias. Além disto, esses funcionários são caracterizados por terem todos os direitos comumente assegurados pela CLT – Consolidação das Leis do Trabalho, embora vejamos um grande crescimento de programadores contratados como PJ.

A principal característica desse tipo de funcionário é que, normalmente, ele é extremamente compromissado com a realização do seu serviço e com a prosperidade da empresa, em especial pelo fato dele poder evoluir profissionalmente dentro dela.

Quais são seus direitos?

Os principais direitos que um empresário tem que oferecer aos seus empregados fixos são:

  • 13º Salário;
  • Férias de trinta dias;
  • Vale de alimentos e de transporte;
  • Depósito de 8% do salário ao mês na conta do FGTS;
  • Garantia de um ano caso o funcionário sofra algum acidente.

Benefícios de um full time:

Os principais benefícios em contratar um desenvolvedor full time para sua empresa são:

Part time

O que é um part time?

Os part time são aqueles profissionais que normalmente são contratados por conta de uma diminuição momentânea da verba da instituição, devido à necessidade de substituir temporariamente um empregado fixo ou ainda por uma demanda extra e temporária de profissionais, tal como um projeto que não estava contemplado no gerenciamento do time.

Esses funcionários são caracterizados por terem, em geral, uma carga horária menor que a dos full time e uma duração menor do contrato trabalhista, o qual tem, usualmente, a validade de três meses para CLT, ou duração livre para um contrato de prestação de serviços.

Ainda sobre a CLT, caso haja a necessidade, o contrato do part time pode ser estendido por mais três ou seis meses; ao passar destes prazos, o funcionário passa a ser considerado temporário, gozando, assim, de todos os direitos garantidos aos full time.

Quais são seus direitos?

Os principais direitos que devem ser oferecidos a esses funcionários são:

  • Vale alimentício;
  • Férias – a depender da duração do contrato;
  • Garantia de, no mínimo, uma remuneração base;
  • Valor do salário proporcional à remuneração de um full time;

Benefícios de um part time:

As principais vantagens que a contratação de um desenvolvedor part time propicia ao empregador são:

  • Menores custos;
  • Possibilidade de avaliar se aquele part time seria, futuramente, um proveitoso full time.

Quadro misto de funcionários

Algumas empresas não podem arcar financeiramente com um quadro composto apenas por funcionários full time, apesar de desejar isto, seja pela maior produtividade destes ou pela demanda da instituição.

Entretanto, uma solução temporária para esse problema, seria a contratação de desenvolvedores compostos por full time e por part time, de modo que a empresa possa progredir até atingir seu objetivo e contratar apenas empregados fixos.

Deixe uma resposta